Rádio Nova Esperança FM - Uma Nova Esperança Está No Ar!

Associação Nova Esperança
2 de julho: uma data para ser comemorada
  • 2 de julho: uma data para ser comemorada

  • Postado em 02, jul 2014 por: Anderson Ferreira

2 de julho: uma data para ser comemoradaEsta quarta-feira (2) é um dia muito importante para os baianos. É que nesta data é celebrado o Dia da Independência da Bahia, que em 2014 completa 191 anos. Os festejos acontecem por várias cidades do estado, com destaque para a capital Salvador. Na Região Sudoeste, no município de Caetité, a celebração do 2 de julho é um dos festejos mais populares e antigos da cidade. Além do desfile cívico, a programação de hoje conta memórias do Golpe Militar de 1964, que neste ano completa 50 anos.

Marco da consolidação da vitória do Brasil contra Portugal e da liberdade política do jugo português, a festa do 2 de julho é comemorada desde 1824. Além de feriado estadual, a data passou a ser considerada também Bem Imaterial do Estado, desde 26 de junho de 2006.

No ano passado, a presidente Dilma Rousseff sancionou uma lei que inclui o 2 de julho como data histórica do calendário de efemérides nacionais. Com a nova lei, outros estados brasileiros serão incentivados a também celebrar a data. Além disso, os livros de História do Brasil passam a ter o registro do que foi o 2 de Julho.

 

História

A Independência do Brasil foi declarada por Dom Pedro I no dia 7 de setembro de 1822. No entanto, o exército português continuava resistindo e, por este motivo, dominava o território baiano, que declarou independência somente um ano depois, em 2 de Julho de 1823.

O processo de luta na Bahia representa o rompimento com a presença militar portuguesa. A batalha pela independência consolidou ainda o nome de Joana Angélica e outras personalidades que participaram dos conflitos que resultariam na derrota portuguesa. Os personagens ficaram conhecidos como “heróis da independência”.

633 Total de visitas 1 Visitas hoje

Etiqueta(s): ,

Natural de Malhada de Pedras, é jornalista pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) e pós-graduado em Comunicação e Marketing em Redes Sociais, pela Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC).



Voltar