Rádio Nova Esperança FM - Uma Nova Esperança Está No Ar!

Associação Nova Esperança
Biblioteca pública de Malhada de Pedras, na Bahia, comemora aniversário com programação especial
  • Biblioteca pública de Malhada de Pedras, na Bahia, comemora aniversário com programação especial

  • Postado em 12, jan 2014 por: Anderson Ferreira

Fundada há quatro anos, a biblioteca leva o nome da primeira professora de Malhada de Pedras., Carlita da Silva Gomes.

Fundada em 2009, a Biblioteca Pública Municipal Professora Carlita da Silva Gomes, no município baiano de Malhada de Pedras, a 689 km da capital Salvador, completou quatro anos de atividades no mês de novembro de 2013. Para festejar a data, uma programação diversificada foi marcada por diversão e cultura para os visitantes e alunos das escolas municipais.

Entre as atividades, exibição de filmes como “Alice no País das Maravilhas” e “O Pequeno Príncipe”, além de teatro de fantoches. O projeto “Maluquinhos por leitura”, que consiste em crianças contarem histórias para outras crianças, foi até as escolas de educação fundamental Jéferson Pereira dos Santos e Governador Paulo Souto. A Biblioteca Móvel da Casa Anísio Teixeira, de Caetité, trouxe a oficina de contação de histórias, através do projeto Videoteca.

Pelo Projeto "Maluquinhos por leitura", a estudante Karoláyne Rocha, 10, do 4º ano, conta histórias para os colegas. (Reprodução/Arquivo)

Pelo Projeto “Maluquinhos por leitura”, a estudante Karoláyne Rocha, 8, do 4º ano do ensino fundamental, conta histórias para os colegas.

A semana de atividades organizada para comemorar a data de fundação da biblioteca foi avaliada como positiva pela coordenadora de cultura do município, Néia Malta. “As crianças amaram as histórias, viajaram nelas”, disse. De acordo com Malta, a chegada da biblioteca mudou a consciência dos malhada-pedrenses com relação à leitura, principalmente dos estudantes, tendo em vista o crescente número de visitas ao espaço dedicado à leitura. “A biblioteca tem a função de expandir o conhecimento, é uma potente ferramenta para o desenvolvimento do aluno, de sua autonomia intelectual e também do processo de ensino-aprendizagem”, completou a coordenadora.

A professora Fátima Aparecida Aguiar, 41 anos, e a turma dela de 18 alunos do 1º ano de educação infantil, da Escola Municipal Governador Paulo Souto, frequentam a biblioteca todas às sextas-feiras. “Eles adoram, pois é uma aula fora da sala de aula. Nós professores sempre temos que ter uma carta na manga, estratégias fundamentais como, por exemplo, utilizar a biblioteca, e é isso que faço”, ressaltou.

Contação de histórias na Escola Paulo Souto. (Reprodução/Arquivo)

Contação de histórias na Escola Paulo Souto com a professora “Tia Fal”.

Professora há sete anos, mas na área da educação há 14, “Tia Fal”, como é carinhosamente chamada pelos alunos, gostou da programação que marcou o aniversário da biblioteca, principalmente o projeto “Maluquinhos por leitura”. “A ideia de levar outras crianças para contar histórias foi excelente, porque criança sempre entende outra criança. Meus alunos foram muito participativos, fizeram ‘milhares’ de perguntas e contaram as histórias deles”, lembrou.

A biblioteca que leva o nome da primeira professora de Malhada de Pedras foi criada por meio do Ministério da Cultura e da Fundação Pedro Calmon, em parceira com a Administração Municipal. Aberta de segunda a sexta-feira, das 8h às 21h, e aos sábados, das 8h às 12h, a Biblioteca Professora Carlita da Silva Gomes conta, atualmente, com um acervo de 2.639 títulos disponíveis à comunidade em geral.

625 Total de visitas 2 Visitas hoje

Etiqueta(s):

Natural de Malhada de Pedras, é jornalista pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) e pós-graduado em Comunicação e Marketing em Redes Sociais, pela Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC).



Voltar