Rádio Nova Esperança FM - Uma Nova Esperança Está No Ar!

Associação Nova Esperança
Com sonho de ser jogador, malhadapedrense de 10 anos está a um passo de integrar categoria de base do Flamengo
  • Com sonho de ser jogador, malhadapedrense de 10 anos está a um passo de integrar categoria de base do Flamengo

  • Postado em 26, abr 2018 por: Anderson Ferreira

Antes de começar os estudos, o garoto Jonas Brito Almeida, da cidade de Malhada de Pedras (BA), já sonhava em ser um jogador de futebol profissional. Hoje, com apenas 10 anos, o sonho não parece estar tão longe. Bom de bola, ele já foi aprovado em peneiras de sete famosos clubes de futebol. O último deles foi o Flamengo, time do coração de Jonas, em novembro do ano passado. “Eu quero ser jogador de futebol, porque tanta gente conseguiu como Neymar, Messi, Cristiano Ronaldo e eu também vou conseguir”, acredita o garoto, que joga na posição de atacante e se inspira no jogador português, Cristiano Ronaldo. “Eu jogo mais pelas beiradas do campo e jogo bem”, confessa ele, meio tímido e com um sorriso.

 

A primeira peneira de Jonas foi em 2015, no Vitória Jacuipense, em Salvador (BA). Foto: Anderson Ferreira

Apaixonado por futebol desde criança e torcedor do Grêmio, o pai de Jonas, o professor José Souza Almeida, 42, foi quem teve a iniciativa de inscrever o filho único nas peneiras. “Eu sempre acreditei em Jonas e vejo que ele tem esse dom para ser um jogador de futebol. Se eu não encontrasse essas condições nele, eu não me arriscaria a fazer todas essas viagens e a gastar o que a gente gasta”, diz o pai. As despesas com viagens e hospedagens são todas por conta da família.

A primeira peneira de Jonas foi em 2015, aos 7 anos de idade, no Vitória Jacuipense, em Salvador (BA). Depois ele passou pelo Palmeiras, Atlético Paranaense, Grêmio, Corinthians, Vasco da Gama e Flamengo. Em todas foi aprovado e passou a integrar o banco de dados dos clubes.

Na primeira viagem com o pai ao Rio de Janeiro, em março deste ano, para se apresentar à equipe do Flamengo, Jonas marcou quatro gols durante os treinos. Na apresentação, o clube exigiu exames médicos do garoto e histórico escolar. O bom comportamento na escola também é fundamental para permanecer no processo de seleção. O pequeno atleta vai se apresentar novamente ao clube rubro-negro para mais uma avaliação no próximo dia 4 de junho. “Pelo o que foi passado para nós, é que essa já é uma fase para ele ficar no clube e ser federado”, explica Almeida.

 

Jonas é o filho único do casal José Souza e Arlete Brito. Foto: Anderson Ferreira

Jonas é o filho único do casal José Souza e Arlete Brito. Foto: Anderson Ferreira

 

Se aprovado nesta fase, Jonas passa a jogar com a base do Flamengo, na categoria dele, em todos os torneios do clube pelo Brasil, mas as despesas continuam por conta da família. Para o pai de Jonas, essa é a grande dificuldade agora. “A partir de junho, ele terá treinos no Flamengo três vezes por semana até os 14 anos e nós teríamos que morar lá por perto, e eu não tenho condições para isso. Só depois dessa idade é que o clube oferece alojamento, agora eles só dão uniforme e chuteira”, lamenta Almeida.

Diferente do pai, a mãe de Jonas, Arlete Rocha Brito, 39, diz não entender nada de futebol. Ao falar do filho, ela se emociona. “Eu dou o maior apoio para ele e torço para que seja um bom jogador”, afirma. “Jonas, dentro de casa, é jogando bola o tempo todo, quebra as minhas coisas, a parede, e eu fico brigando com ele. Desde bem pequeno ele é assim e já falava que queria ser um jogador de futebol”, lembra a mãe.

O sonho de infância do pai, que devido a uma deficiência física não foi possível realizar, pode estar bem próximo de se tornar realidade na vida do filho. “Eu fico muito feliz ao ver que Jonas tem esse potencial e está se encaminhando para se tornar um profissional. Peço a Deus que dê tudo certo, mas se não for agora, porque eu ainda não tenho condições de ficar com ele no Flamengo, tenho certeza de que ele já está bem encaminhado pelo fato de ter as condições de jogo que os clubes exigem”, comemora o pai do pequeno atleta.

 

 Jonas vai se apresentar mais uma vez ao Flamengo no próximo dia 4 de junho, no Ninho do Urubu, centro de treinamento do clube carioca, no Rio de Janeiro. Foto: Anderson Ferreira

Jonas vai se apresentar mais uma vez ao Flamengo no próximo dia 4 de junho, no Ninho do Urubu, centro de treinamento do clube carioca, no Rio de Janeiro. Foto: Anderson Ferreira

 

A rotina de treinos

O pequeno Jonas estuda o 5º ano do ensino fundamental, pela manhã, na Escola Municipal Raios Sol. À tarde, três vezes por semana, joga dura nos treinos com o pai. Uma rotina que já dura dois anos. “Eu procuro fazer o melhor que posso nos treinamentos com ele. Faço treinos com e sem bola, preparo físico e trabalho a coordenação motora”, conta Almeida. Os materiais utilizados nos treinamentos foram confeccionados pelo próprio pai do garoto, para economizar nos gastos que já são muitos. As atividades também são uma exigência do clube carioca.

Os treinos, que antes aconteciam no Estádio Municipal José Aguinor dos Santos (Minhocão), por uma proibição dos responsáveis pelo estádio, agora têm que ser realizados em campo de terra. “Como justificativa, eles disseram que iria prejudicar o gramado”, ironiza Almeida. “E treinar num campo de terra não é a mesma coisa que em um gramado, isso pode prejudicar o desempenho de um atleta”, critica o pai de Jonas. Inconformado com essa decisão, ele pede apoio do município. “Eu queria apenas o acesso ao estádio para fazer os treinamentos com Jonas, porque isso é muito importante para ele”, diz.

 

Em São José do Rio Preto (SP), em 2017, Jonas foi aprovado na peneira do Palmeiras. Foto: Arquivo pessoal

Em São José do Rio Preto (SP), em 2017, Jonas foi aprovado na peneira do Palmeiras. Foto: Arquivo pessoal

 

Sem uma escolhida de futebol no município, Jonas, acompanhado do pai, também participa todos os sábados, desde os 5 anos de idade, da Escolinha de Futebol Ajax, na cidade vizinha de Brumado, a cerca de 40km da casa dele, onde treina futsal. Ele também participa, pelo Ajax, de torneios por cidades da região, que acontecem geralmente a cada três meses. Uma rotina difícil para alguém que só está começando na vida, mas que não o impede de ir em busca do seu maior sonho.

 

Confira o vídeo dos treinamentos de Jonas com o pai dele.

 

Boa sorte, Jonas! O site Nova Esperança no Ar e a Rádio Nova Esperança FM desejam muito sucesso nesta jornada. Parabéns, garoto!

3158 Total de visitas 4 Visitas hoje

Natural de Malhada de Pedras, é jornalista pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) e pós-graduado em Comunicação e Marketing em Redes Sociais, pela Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC).



Voltar