Rádio Nova Esperança FM - Uma Nova Esperança Está No Ar!

Associação Nova Esperança
Igreja Católica: Veja como foi a Semana Santa em Malhada de Pedras
  • Igreja Católica: Veja como foi a Semana Santa em Malhada de Pedras

  • Postado em 02, abr 2018 por: Anderson Ferreira

Período mais importante no calendário católico, a Semana Santa começou com o Domingo de Ramos (25). Em Malhada de Pedras, a celebração teve início na praça da feira, onde o padre Edson Rocha, administrador paroquial, abençoou os ramos, que lembram a forma como Jesus foi recebido em Jerusalém. A tradicional procissão, que acontece neste dia, seguiu pela avenida principal da cidade até a igreja Matriz, onde foi celebrada a santa missa. A multidão de católicos que acompanhou o cortejo rezava, agradecia e cantava, aclamando Jesus como rei. O Domingo de Ramos recorda a entrada de Jesus em Jerusalém montado em um jumentinho, símbolo da humildade. Jesus era aclamado pelo povo simples, que o aplaudia e balançava ramos de oliveira.

Procissão de Ramos. Foto: Bruno Alves

Segunda-feira Santa

Na Segunda-feira Santa (26), 11 grupos realizaram a via-sacra em diferentes ruas da cidade. A caminhada lembra os últimos passos de Jesus antes da crucificação. No percurso, além de cantos e orações, momentos de reflexão sobre as diversas formas de violência no Brasil, tema proposto pela Campanha da Fraternidade deste ano.

 

Terça-feira Santa

A Terça-feira Santa foi do perdão. Os católicos se reuniram, na igreja Matriz, para a celebração penitencial, um momento de oração, recolhimento e confissão comunitária. Na celebração, o gesto de molhar as mãos na água perfumada e receber o óleo abençoado é uma absolvição dos pecados.

Celebração Penitencial. Foto: PASCOM/Malhada de Pedras

Quarta-feira Santa

Tradição na programação da Semana Santa, a Procissão do Encontro, na Quarta-feira Santa, marca o encontro da Virgem Maria com seu filho Jesus Cristo, carregando a cruz a caminho do calvário. Os homens saíram da Creche Municipal com a imagem de Nosso Senhor dos Passos e, durante a caminhada, meditaram as cinco chagas de Jesus. As mulheres tiveram como ponto de partida o Estádio Municipal e foram conduzidas pela imagem de Nossa Senhora das Dores. No percurso, meditaram as sete dores de Maria. O encontro aconteceu na igreja Matriz, onde o padre Edson Rocha proclamou o Sermão das Sete Palavras, convidando a comunidade à conversão e à penitência. Lembrou as dores de Maria ao ver o seu filho Jesus ser crucificado e também falou das dores de hoje que fazem as pessoas sofrer. Clique aqui e veja as fotos desse momento.

 

Procissão do Encontro. Foto: PASCOM/Malhada de Pedras

 

Quinta-feira Santa

A Quinta-feira Santa começou com a missa dos enfermos, presidida pelo padre Edson Rocha. Na celebração, os enfermos e idosos receberam a unção, com o óleo sagrado, e uma bênção especial pela saúde. Confira aqui algumas fotos desse momento.

Missa dos Enfermos. Foto: PASCOM/Malhada de Pedras

 

À tarde, as crianças da Catequese participaram da celebração do lava-pés. O gesto de humildade feito por Jesus com os doze apóstolos momentos antes de ser crucificado foi apresentado pelas crianças. Na celebração, elas também receberam pão e suco de uva, lembrando a Última Ceia, quando Jesus instituiu a Eucaristia. Veja as fotos aqui.

Lava-pés com as crianças. Foto: PASCOM/Malhada de Pedras

 

A Missa da Ceia do Senhor, também chamada de celebração do Lava-Pés, foi realizada à noite, dando início ao Tríduo Pascal, que é a preparação para a grande celebração da Páscoa. Nesse dia, Jesus instituiu a Eucaristia e celebrou a Última Ceia com os seus discípulos, quando disse a eles que deveria morrer e que a Sua hora estava chegando.

Ao final da celebração, o altar e todo o presbitério foi esvaziado. Na Capela, as hóstias consagradas também foram retiradas e colocadas em um local, previamente, preparado. Esse gesto significa o jejum eucarístico. Sem a bênção final, os fiéis deixaram a igreja ao som dos sinos e, de forma solene, acompanharam o padre com a transladação do Santíssimo Sacramento até o salão paroquial, onde a comunidade esteve em oração até a Sexta-feira Santa. A Igreja, dessa forma, cumpre o convite de Jesus, que diz: “Ficai aqui comigo e vigia”. Confira aqui as fotos da celebração.

Missa da Ceia do Senhor. Foto: PASCOM/Malhada de Pedras

 

 Sexta-feira Santa

Dia de silêncio e recolhimento porque se recorda o sofrimento e a morte injusta e violenta de Jesus, na Sexta-feira Santa foi realizada a Celebração da Paixão e Adoração da Cruz. A celebração aconteceu às 15h, horário em que, segundo a bíblia, Jesus morreu. Nesse dia também não é celebrada missa em nenhum lugar do mundo. A celebração é dividida em três partes: liturgia da Palavra, adoração da cruz e rito da comunhão, com as espécies eucarísticas consagradas no dia anterior. Ao final, sem a bênção, todos se retiraram em silêncio.

Celebração da Paixão e Adoração da Cruz. Foto: PASCOM/Malhada de Pedras

 

À noite, na praça da Matriz, cerca de 40 jovens apresentaram “A Paixão de Cristo”. As cenas retratam os últimos momentos de Jesus antes da crucificação. Muita gente acompanhou a apresentação e se emocionou. Confira as fotos.

Apresentação da Paixão de Cristo. Foto: PASCOM/Malhada de Pedras

 

 Sábado Santo

No sábado Santo, a Paróquia Senhor Bom Jesus celebrou a Vigília Pascal. Segundo a Igreja, a celebração é a mais importante do calendário litúrgico e é dividida em três partes: liturgia da luz (bênção do fogo), liturgia batismal e liturgia eucarística. A bênção do fogo aconteceu na praça da Matriz. Na celebração, seis jovens receberam o sacramento do batismo e foram acolhidos como novos membros da comunidade. Confira algumas fotos.

 

 Domingo da Ressurreição

A celebração da Ressureição de Jesus, no Domingo de Páscoa, foi realizada em dois horários, às 8h (presidida pelo padre Edson Rocha) e às 19h30 (presidida pelo padre Lely Almeida, de Riacho de Santana). O período da Páscoa segue por durante 50 dias, até a Festa de Pentecostes.

Missa da Ressurreição. Foto: PASCOM/Malhada de Pedras

416 Total de visitas 2 Visitas hoje

Etiqueta(s): ,

Natural de Malhada de Pedras, é jornalista pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) e pós-graduado em Comunicação e Marketing em Redes Sociais, pela Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC).



Voltar