Rádio Nova Esperança FM - Uma Nova Esperança Está No Ar!

Associação Nova Esperança
“Lepo Lepo” alcança o primeiro lugar de vendas no iTunes brasileiro
  • “Lepo Lepo” alcança o primeiro lugar de vendas no iTunes brasileiro

  • Postado em 26, fev 2014 por: Nova Esperança FM 87.9

A folia só começa hoje, mas uma forte candidata à música do Carnaval de Salvador já conquistou de vez o coração dos brasileiros: o Lepo Lepo. A canção do grupo de pagode Psirico lidera o primeiro lugar de vendas do iTunes Brasil, desde o fim de semana, quando ultrapassou Beijinho no Ombro, de Valesca Popozuda, e desbancou Royals, da cantora neozelandesa Lorde, que liderava o ranking brasileiro após ter sido eleita a canção do ano no Grammy.

O hit, composto por Felipe Scandurras e Magno Santana, também é sucesso em sites como o YouTube – com mais de um milhão de visualizações – e Deezer, onde ocupa o segundo lugar, também à frente de Lorde (3º), perdendo apenas para o DJ sueco Avicii. “A gente está aqui comemorando, dançando e gritando. Você sabe como é alegria de pobre, né? Já mandamos juntar cerveja e fazer churrasco. Antes da bola entrar, estamos gritando gol!”, comemorou o cantor Márcio Victor, 34 anos, do quarto de um hotel em Recife, onde puxou ontem um bloco sem cordas com o Psirico.

A ostentação, tão na moda em músicas do funk e do rap, é o oposto do que a letra de Lepo Lepo passa, já que exalta quem é “duro, pé-rapado e com o salário atrasado”. “Eu prefiro ostentar a condição mais humilde possível”, defende Márcio Victor.

“Lepo Lepo é um fenômeno. A gente se surpreende muito com o crescimento dessa música que tem toda a parte sensual, amorosa e de protesto, de falar ‘não’ ao capitalismo. Ela valoriza o amor, a pessoa não pelo que tem, mas pelo que ela é”, reflete.

Márcio Victor também dá uma dica: “Quem não pegou a coreografia, a onda é ir atrás do trio. Não precisa ter carro, nem precisa ter teto. O Lepo Lepo é pra quem está feliz, com paz e com amor”.

 

Veja o clipe:

344 Total de visitas 2 Visitas hoje

Etiqueta(s): ,

“O rádio é a escola dos que não têm escola, é o jornal de quem não sabe ler, é o mestre de quem não pode ir à escola, é o divertimento gratuito do pobre, é o animador de novas esperanças, o consolador dos enfermos e o guia dos sãos – desde que o realizem com espírito altruísta e elevado, pela cultura dos que vivem em nossa terra, pelo progresso do Brasil.” (Edgard Roquette Pinto)



Voltar