Rádio Nova Esperança FM - Uma Nova Esperança Está No Ar!

Associação Nova Esperança
Malhada de Pedras: Governo federal divulga Ideb do município
  • Malhada de Pedras: Governo federal divulga Ideb do município

  • Postado em 09, set 2016 por: Anderson Ferreira

Nesta quinta-feira (8), o Ministério da Educação apresentou os dados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) referente ao ano de 2015. O município de Malhada de Pedras obteve 5.6, nos anos finais do ensino fundamental 1 (4º série/5º ano), nota maior do que a projetada pelo governo federal para 2021, que é de 4.8. A meta para o ano passado era de 3.8. Nos anos finais do ensino fundamental 2 (8º série/9º ano), o município baiano também ultrapassou a projeção do governo para 2015 e ficou com 4.2, três pontos a mais que a meta desse ano, diferente de 2013, quando o município perdeu pontos nos anos finais.

Em uma rede social, a secretária de educação de Malhada de Pedras, Edna Pereira, comentou o resultado. “Tenho orgulho em dizer que estamos entre os dez melhores da Bahia nos anos iniciais do ensino fundamental, e o avanço que ocorreu nos anos finais foi fruto de muito esforço de todos os envolvidos na educação malhada-pedrense. Ficamos na vigésima terceira posição no ranking baiano nos anos finais. Parabéns aos alunos, professores, gestores e funcionários da educação que se empenharam para que isso acontecesse”, disse.

Na Bahia, os três municípios com os melhores índices no fundamental 1 foram Ibitiara (6.5), Novo Horizonte (6.3) e Licínio de Almeida (6.3). No fundamental 2, as três cidades com melhores médias foram Licínio de Almeida (6.0), Jacaraci (5.1 abaixo da meta), Ibirapuã (5.0). Todos ficaram com notas acima da média.

O índice, que vai de 0 a 10, leva em conta o rendimento escolar dos alunos, que inclui taxas de aprovação, reprovação e abandono, além das médias de desempenho na Prova Brasil.

Ideb no Brasil

O levantamento apontou que, nas séries iniciais, o Brasil alcançou Ideb de 5.5 e bateu a meta que era 5.2. Enquanto isso, os anos finais do ensino fundamental não alcançaram as metas na avaliação geral, segundo o governo. O Ideb de 4.5 não atingiu a meta nacional de 4.7. Já o ensino médio segue estagnado na média das escolas do país com índice 3.7 e não atingiu a meta de 4.3. O patamar se mantém desde a avaliação realizada em 2011.

604 Total de visitas 2 Visitas hoje

Natural de Malhada de Pedras, é jornalista pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) e pós-graduado em Comunicação e Marketing em Redes Sociais, pela Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC).



Voltar