Rádio Nova Esperança FM - Uma Nova Esperança Está No Ar!

Associação Nova Esperança
Padres da diocese de Caetité assumem novas paróquias até dezembro
  • Padres da diocese de Caetité assumem novas paróquias até dezembro

  • Postado em 05, out 2016 por: Nova Esperança FM 87.9

 

Até o dia 30 de dezembro deste ano, 12 paróquias da Diocese de Caetité terão novos padres. O comunicado das transferências foi dado pelo Pe. Gilvan Pereira Rodrigues, administrador diocesano, em carta divulgada no último dia 29 de setembro, durante o encontro de atualização do Clero e Religiosas da Diocese de Caetité.

No comunicado, são anunciadas as seguintes mudanças: os padres Eutróprio Aécio e Alessandro, CP, que foi acolhido em experiência, se juntarão à Pe. Alex Adriano na Paróquia de Guanambi; os padres Cleonídio Alves Barbosa e Jordano Viana assumem a Paróquia de Brumado; aParóquia de Ibiassucê acolherá o Pe. Waldech Brito Gondim; Pe. Noé Moreira assumirá a Paróquia de Condeúba; a Paróquia de Mortugaba terá Pe. José Carlos Pereira como novo pároco; Pe. Anderson Santos assumirá aParóquia de Rio do Antônio; a Paróquia de Jacaraci acolherá o Pe. Rafael;Guajeru terá Manoel Pais como novo pároco; a Paróquia de Licínio de Almeida será acompanhada provisoriamente pelo Pe. Paulo Ferreira; Pe. Reinaldo assume a Paróquia de Caculé; o Pe. Osvaldino Barbosa assumirá aParóquia de Macaúbas; Pe. João de Souza será pároco em Tanque Novo e Pe. Gilvan Pereira Rodrigues será o novo Reitor do Seminário Maior de Filosofia e Teologia em Belo Horizonte.

Segundo a carta, o motivo das transferências é devido ao vencimento das provisões de alguns padres em suas paróquias, e que a transferência foi refletida e decidida na reunião do Colégio dos Consultores, considerando a realidade de cada paróquia.

Fonte: Diocese de Caetité
807 Total de visitas 2 Visitas hoje

“O rádio é a escola dos que não têm escola, é o jornal de quem não sabe ler, é o mestre de quem não pode ir à escola, é o divertimento gratuito do pobre, é o animador de novas esperanças, o consolador dos enfermos e o guia dos sãos – desde que o realizem com espírito altruísta e elevado, pela cultura dos que vivem em nossa terra, pelo progresso do Brasil.” (Edgard Roquette Pinto)



Voltar