Rádio Nova Esperança FM - Uma Nova Esperança Está No Ar!

Associação Nova Esperança
Paróquia de Malhada de Pedras realiza estudo do Documento 106 da CNBB
  • Paróquia de Malhada de Pedras realiza estudo do Documento 106 da CNBB

  • Postado em 04, fev 2018 por: Nova Esperança FM 87.9

Paróquia de Malhada de Pedras realiza estudo do Documento 106 da CNBB. Foto: PASCOM

Representantes de grupos, pastorais e movimentos da Paróquia Senhor Bom Jesus de Malhada de Pedras tiveram, neste domingo (4), uma manhã de estudo sobre o documento “O dízimo na comunidade de fé: orientações e propostas”, elaborado pela CNBB como subsídio para o trabalho da Pastoral do Dízimo nas comunidades e paróquias. Mais de 40 pessoas participaram da formação.

O professor Stanislau Carlos dos Santos assessorou o estudo e destacou pontos importantes do Documento de número 106, que é dividido em dois capítulos. O texto faz uma abordagem sobre os fundamentos bíblicos do dízimo, suas dimensões e finalidades. O Documento também traz orientações sobre como implantar a Pastoral do Dízimo.

Em assembléia, no ano passado, a paróquia elegeu o dízimo como uma das prioridades para se trabalhar neste ano de 2018. O padre Edson Rocha, pároco de Malhada de Pedras, falou sobre essa escolha. “Elegemos o dízimo como uma prioridade, primeiro, por uma necessidade da paróquia e, segundo, para articular melhor a Pastoral do Dízimo e as outras pastorais”, disse. Segundo o padre, “o dízimo deve ser entendido como um meio de participar da grande missão da Igreja, que é a evangelização”.

No encontro também foi escolhida a nova coordenação da Pastoral do Dízimo. Um novo encontro ficou marcado para o dia 15 de fevereiro, quando serão definidas as ações com relação ao dízimo, que serão desenvolvidas ao longo deste ano na paróquia.

 

Fonte: diocesedecaetite

296 Total de visitas 2 Visitas hoje

“O rádio é a escola dos que não têm escola, é o jornal de quem não sabe ler, é o mestre de quem não pode ir à escola, é o divertimento gratuito do pobre, é o animador de novas esperanças, o consolador dos enfermos e o guia dos sãos – desde que o realizem com espírito altruísta e elevado, pela cultura dos que vivem em nossa terra, pelo progresso do Brasil.” (Edgard Roquette Pinto)



Voltar